Grup Porno
Posted by José Luiz Jorge | agosto - 1 - 2019 | 0 Comment

 

Para quem pratica hipismo, ou modalidades clássicas, montando sempre numa pista de treinos, aberta ou coberta, você e seu cavalo entram em um condicionamento inconscientemente, de fazer sempre o mesmo.

Uma simples saída exterior ao seu local de treino, de preferência numa zona rural, por estradas calmas e trilhas em florestas, principalmente se for uma cavalgada de lazer e descontração, subindo e descendo morros, é sempre muito benéfico para ambos.

O trabalho externo, de preferência com subidas, descidas, em ritmo de marcha (trote) e passo faz bem ao condicionamento aeróbico do cavalo e é claro, combate o estresse, com novos desafios mentais para ambos, além de promover uma integração, confiança e sintonia entre você e seu cavalo.

Um ganho importante e gradual que os terrenos irregulares, paisagens diferenciadas traz , indo gradualmente para maiores distâncias e terrenos mais intensos é o ganho de força e equilíbrio do cavalo

Se você incluir externas no seu programa de treinamento, notará um cavalo mais confiante, seguro depois de algumas saídas e com bons resultados quando de volta à pista ou arena de treinos.

Além disso, se fizer essas trilhas com amigos há um ganho social importante. Juntos, os conjuntos riem, reforçam laços, trocam experiências sobre o trabalho e o lazer com seus cavalos. Nossa experiência mostra que as amizades nascidas sobre o cavalo são sólidas, duradouras e ricas por estarem sobre um fator de afinidade e afetos comuns.

Alguns especialistas daqui e e de fora confirmam essa opção.

A maioria das arenas são obviamente planas, e pode ser difícil de trabalhar todos os diferentes tipos de músculos no corpo do seu cavalo. Se você tiver sorte o suficiente para estar em uma área com morros, você pode facilmente dar seu cavalo um treino de corpo inteiro. “Trabalhando em um gradiente de subida ativa os músculos propulsiva em patas de seu cavalo,” Hilary Clayton, uma veterinária que fez extensa pesquisa sobre a biomecânica de equinos e locomotores, programas de condicionamento para equinos atletas, afirma que “caminhando lentamente para baixo com seu cavalo você , tendo compreensão do centro de gravidade do conjunto ativa os músculos das escápulas e o contrações e flexões do músculo longuíssimo dorsal.”
Só não demore ao longo de uma rédea solta o tempo todo. Nestas exteriores você consegue trechos de relaxamento do pescoço (como fazem em rédeas) e precisa mais adiante reunir o cavalo, trabalhar bem suas ajudas de perna e nas subidas e descidas engajar o cavalo.
Você pode ganhar muito em impulsão, um dos principais fundamentos de primeiro nível, ao caminhar subindo e descendo morros, trotar até na subida de colinas. Eu, no entanto, recomendo evitar marcha acelerada em descidas porque força os joelhos anteriores, sobrecarregando o peso nos anteriores.
Além disso, realizar trabalho constante em terreno irregular requer confiança, que pode ser adquirida por vivê-la na prática, em ambientes fora da zona de conforto. Gradualmente aliviar, primeiro com pequenas colinas e só depois gradualmente nas mais acentuadas, para melhorar a força e equilíbrio, sua e de seu cavalo.
Cavalgadas que enfrentam colinas acentuadas e trabalho de reunião nestes terrenos não devem ser feitos todos os dias, porque os músculos do cavalo precisam de tempo para se recuperar.
Assim, uma a duas vezes por semana, em condições alternadas, colinas leves, campo aberto, colinas fortes, trilhas em florestas, essas alternâncias ajudam sem sobrecarregar o animal e num ritmo que a atividade aeróbica dele seja cuidada, de modo que aumenta a circulação, a ventilação e o transporte de hemoglobina nos músculos.
Andar através de diferentes tipos de terreno, incluindo subir e descer morros e em uma floresta, pode ajudar a refinar você e os músculos do seu cavalo… e uma mudança de cenário pode dar-lhe uma nova perspectiva sobre a sua formação e confiança uns nos outros.

Ajuste da sua posição e da sua conexão com o cavalo

Passeios fora, também são uma ótima maneira de melhorar a consciência corporal de ambos e melhorar seu assento e posição.
Porque o terreno variável requer que você ajustar seu peso constantemente para permanecer em equilíbrio com o cavalo, este é um excelente exercício de reforço para os pilotos, também. Nas colinas, você precisa ficar mais leve no seu lugar, mantendo o peso das costas do seu cavalo.
Cavaleiros de adestramento também podem ver os enormes benefícios para a sua posição quando deixam o ambiente da pista. Permitir a beleza da floresta para inspirá-lo a sentar-se um pouco mais alto na sela, mesmo desafiando-se para olhar para os topos das árvores para ajudar com sua postura. Concentre-se em ficar aterrado em seu assento durante o curso em que seu cavalo está te mostrando sobre o equilíbrio.

Ajuda a evitar lesões

Estruturas como como os tendões flexores e suspensores puxados em movimentos repetitivos numa pista ou arena, podem sofrer e sofrem lesões, desgastes e até rupturas, além de dores musculares e contraturas. Isso acontece com as pessoas que realizam sempre os mesmos movimentos.
Isso é uma consequência do uso das mesmas partes do corpo, sempre da mesma maneira repetida, volta a opinar Hilary Clayton. O risco de lesões e desgaste é reduzido, variando o tipo de exercício, trabalhando seu cavalo em diferentes superfícies e terrenos e alternando dias fáceis entre exercícios difíceis.
Outra coisa a considerar é a mudança drástica entre dois diferentes tipos de equilíbrio.
Quanto mais preparados, você e seu cavalo, sentirão mais confiança mental e fisicamente aptos estarão para a tarefa na pista. A longo prazo, preparando corretamente seu cavalo para cada evento, também irá ajudar a mantê-lo feliz, saudável, ajudando a estender sua carreira competitiva.
Se possível, certifique-se de que seu cavalo está bem familiarizado com quaisquer novos tipos de superfícies de base antes de você entrar de cabeça numa prova. Se você vai para uma competição de salto, por exemplo, que tem piso de grama, certifique-se de seu cavalo é usado para realizar nesse tipo de superfície, se ele treina normalmente em uma pista de areia em casa, devem ser programados alguns saltos em um campo, antes das provas de areia tempo para garantir que ele se sinta-se confiante e pronto para o trabalho num terreno novo, de grama. Uma saída às vezes em campo aberto ajuda nisso.

Criando confiança

Equitação em trilhas e estradas fortalece seu relacionamento com seu cavalo, fazendo o trabalho na pista muito melhor. Com uma formação consistente, positiva, logo nestes ambientes onde vocês cruzarão no caminho com cães, passarão por bandeirolas, veículos de diferentes alturas (caminhões de serviço, micro ônibus escolares, motos, ciclistas, barulhos e outros cenários “assustadores”, ficarão no passado.
Ao passar por estas situações o modo como seu cavalo olha para você como seu parceiro, para ajudá-lo a ser confiante… tanto dentro como fora da pista, irá mudar. Lembre-se que seu cavalo, de início tem direito de assustar-se com quase tudo, você lendo a situação, deve antecipar-se a ele, permanecer calmo (a), e mostrar com sua energia baixa que ele não está tão em risco como imagina.
Porque passeios incluem frequentemente algumas situações assustadoras — pelo menos da perspectiva do cavalo — ensinando seu cavalo que ele precisa ouvir seus auxiliares e confiar em você como seu líder, não importa onde você está, pode ajudar. Estas vivências são oportunidade para traduzir ao cavalo que você é uma liderança confiável e confiante o que aumentará e muito a capacidade de resposta na arena e você irá criar um melhor vínculo com seu cavalo.
Quando elas melhoram sua agilidade natural, realmente ajuda a sua capacidade de se adaptar a qualquer coisa que aparece em um curso complicado ou para recuperar-se de um passo em falso.


Twitter updates

No public Twitter messages.

Sponsors

  • Mangalarga Marchador
  • Revista Horse
  • Selaria Dias
  • Equipe Fusion